ABU SIMBEL

                                            OS ENCANTOS DE ABU SIMBEL


Viajei ao Egito em novembro de 2007 para realizar um sonho de criança. Sempre colecionei selos e sonhava em conhecer esse local mágico, cheio de mistérios e histórias milenares. Fiz um pacote ainda no Brasil pela Pacha Tours (http://www.pachatours.com.br/)  que incluia conhecer o Cairo com Cruzeiro no Nilo. Visitar Abu Simbel foi um opcional imperdível. A empresa foi muito prestativa desde o início, dando total assistência em todos os momentos. Voamos de Assuão a 320 km de distância pela Egyptair (http://www.egyptair.com/) e fizemos um bate volta que valeu a pena.


Aeroporto de Abu Simbel
Após um pequeno transfer, chegamos à construção mais bonita do maior e mais caprichoso faraó da história egípcia: Ramsés II, o Grande. Construído no século XIII a.c, a mando de Ramsés, o templo de Abu Simbel na verdade não está em seu lugar de origem, pois temendo as inundações do Nilo, ele foi transportado para um lugar próximo e mais seguro, 90m acima. Localizado entre os desertos nubianos, o templo foi esculpido em pedra única de arenito, numa frente de 38m x 65m de profundidade. É considerado Patrimônio Mundial pela Unesco.Pagamos uma Taxa de 200 P.T para entrar no parque.


Templo de Abu Simbel
A fachada do templo consiste em quatro estátuas colossais do faraó sentado no trono, com 20m de altura. As colunas de sustentação da fachada possuem 31m. A segunda estátua foi destruída por um terremoto em 25 a.c.. Entrando na montanha, chega-se ao santuário, onde está sentado a tríade (Harmakhis, Amon-Ra e Ptah). No corredor, encontram-se oito pilastras osiríacas.
Neste local acontece o milagre do sol. Duas vezes por ano, em 21 de março e 21 de setembro, às 5:58h da manhã, um raio de sol penetra pelos 65m  que separam a entrada do sacrário, e enche de luz o ombro esquerdo de Amon-Rá, e minutos depois concentra-se em Harmakis. Ptah nunca foi iluminado, sendo conhecido como o deus da obscuridade. Como em todo Egito, tudo aqui tem um sentido, uma história.



Templo grande de Abu Simbel


Paissagem do deserto


O pequeno templo, o de Harthorm, dedicado a Nefertiti, sua esposa preferida (tinha mais de cem). Localizado a 150m ao norte, era pequeno comparado ao de Ramsés. Possui 6 estátuas de 100m cada e com a perna esquerda sempre na frente da direita em posição de marcha. As estátuas são 2 de Nefertiti e 4 de Ramsés.
Pequeno Templo dedicado a Nefertiti

Comente com o Facebook:

Um comentário: