O Peru é um importante centro da gastronomia mundial, tanto que sedia escolas que são visitadas por estudantes da área, provenientes de todo o planeta. A cidade de Cusco retrata esta afirmativa com louvor.  Basta uma curta caminhada,  para encontrar amostras sensacionais, em todos os aspectos, pois além da apresentação dos pratos servidos, prezam pela decoração, aconchego, atendimento, enfim, muitas opções para fazer daquele momento, algo muito maior que uma simples refeição. Sem dúvida, uma das atrações na cidade. A Praça das Armas concentra uma série de bons restaurantes. Os demais não distam muito desse ponto, uma vez que trata-se de uma cidade relativamente pequena.


Segue abaixo, a relação dos que visitamos:


  • LIMO - Um excepcional restaurante. Belo ambiente, localização privilegiada, ao lado da praça central, bem servido e dotado de pratos maravilhosos. Pedimos inicialmente um ceviche e como prato principal, um peixe (S/59), o Sakana Batayaki. Para finalizar, um "Cacao" Peruano (S/25), de encher os olhos! Aberto de segunda a domingo, das 11:30h às 23h. Fica no Portal de Carnes 236, Piso 2, Plaza de Armas.





Em março de 2019, viajamos com nossas crianças para um cruzeiro no Caribe, partindo de Miami. Nessa oportunidade, aproveitamos um pouco mais essa  linda cidade americana. Excluindo os dias da chegada e saída, tivemos quatro dias inteiros na cidade. Deixamos algumas dicas desses dias incríveis por lá.


HOSPEDAGEM:


Nosso primeiro hotel na cidade foi o Grand Beach Hotel Bay Harbor ( 97 ThSt). Um bom estabelecimento, luxuoso, com excelente espaço para a família nos apartamentos, wi-fi disponível, estacionamento idem e, o melhor, localizado em "Miami Beach".  Entretanto, não pontuamos o  café da manhã, que deixou muito a desejar e observamos ser bem distante do que, para nós, seriam as atrações mais interessantes.







Em abril fomos visitar a cidade maravilhosa e, obviamente, conhecer a gastronomia local. Ficamos hospedados na Barra da Tijuca, no Hotel Windsor Barra, o que além do bom serviço, facilitou bastante a distância com deslocamentos. Deixamos três dicas bem legais dos restaurantes que conhecemos.

Restaurante Fratelli Barra - Localizado ao lado do nosso hotel. Com decoração rústica e aconchegante, fomos duas vezes. Fomos muito bem atendidos nas duas oportunidades, a comida bem servida e muito saborosa. Destaque para o carpaccio como entrada e como pratos principais uma massa com frutos do mar e molho sugo e um carré de cordeiro, que acompanhava um delicioso risoto parmesão com ervas. Destaque também para a carta de vinhos. Reservas aqui.





No carnaval de 2019, animados com a possibilidade de reunirmos nossas crianças, pais e amigos,  programamos nossas férias juntos e, rumo ao Caribe, partimos. Escolhemos o MSC Seaside. Deixaremos aqui nossas impressões.

CHECK IN E CHECK OUT

A entrada no navio foi organizada, super rápida, apesar da fila que se formava para nossa categoria (Bella) e, também, eficaz. Foi solicitado, na oportunidade, apenas o passaporte (com visto americano válido) e, após preenchimento dos dados e uma foto, nos foi ofertado um cartão para identificação, entradas e movimentação financeira dentro do navio. Guardá-lo sob segurança (de preferência em um crachá) ou trocá-lo por um bracelete é uma regra (deixamos para fazer isso no final do primeiro dia e já não havia disponibilidade para nossa classe, nem sob pagamento). Esse meio de identificação é, inclusive, usado ao sair e entrar do navio nos pontos de parada, junto ao passaporte.
A saída do navio é  organizada por cores que identificam os horários de cada grupo e as malas são identificadas por etiquetas, entregues previamente (véspera do desembarque), nas cabines. Também classificamos esse passo como organizado e eficaz. Não nos causou transtorno algum.
O certificado de vacina contra febre amarela não foi solicitado na imigração, mas na realidade, é requisito básico .



No nosso retorno de Orlando para Miami, estava no roteiro conhecer o famoso Kennedy Space Center, em Cabo Canaveral. O passeio era aguardado com bastante ansiedade, afinal, conhecer a base de lançamentos de foguetes americana era um sonho de todos, adultos e crianças. 
Inaugurado em 1962, o espaço é gigantesco e as visitas foram possíveis a partir de 1967.
O ingresso estava disponível para ser adquirido diretamente no caixa ou em máquinas, na entrada. Veja valores atualizados aqui.
O ideal é fazer o passeio  com um áudio ( tem em português ) e obter também um mapa, para orientação no mesmo. Uma opção interessante é o KSC Smart Guide,  dispositivo com mapas, fotos e áudio com disponibilidade para língua portuguesa.