INNSBRUCK







A JÓIA DOS ALPES AUSTRÍACOS


Há cidades que considero especiais, tais como Vancouver, Banff, Gramado, Quebec, apenas para citar algumas. Não são grandes, são lindas, aconchegantes e que dão vontade de voltar. Innsbruck é uma dessas cidades. Uma parte de nossas férias de 2009, resolvemos conhecê-la.Voamos de Viena a Innsbruck pela Air Berlin, uma empresa de baixo custo muito boa  (www.airberlin.com). Do avião dava para sentir, pelas lindas montanhas com neve, que o passeio prometia ser muito bom.
Innsbruck, a capital do Tirol, é a segunda cidade da Austria, localizada nos Alpes e cortada pelo rio Inn (dai o nome).



Chegamos a pequena Innsbruck com temperatura negativa e com um vento gelado que incomodava. Do pequeno aeroporto, fomos de táxi ao nosso hotel, escolhido previamente pela internet no site do booking . Optamos pelo Hotel Goldene Krone Innsbruck, distante quatro quilômetros de distância do aeroporto , na Rua Maria-Theresien-Strabe, 46, próximo ao centro cultural da cidade. O Hotel é pequeno, com acomodações acanhadas, mas muito bem localizado, perto da Porta do Triunfo (Triumphforte) e distante  400 metros da estação de trem.
A porta do triunfo foi construida em 1765 por ordem da Imperatriz Maria Teresa, para marcar a união entre seu filho Leopoldo e Maria Luiza da Espanha. Ao contrário de outros arcos, este retrada uma história de amor. Fica bem ao lado de nossso hotel.



Deixamos nossas bagagens no hotel e fomos conhecer a cidade, até porque teríamos apenas um  dia e meio . Os prédios de diversas cores são muito bonitos, suas fachadas desenhadas, estátuas e muitos com flores nas janelas. O Annasaule (abaixo) com  uma estátua da Virgem Maria ao centro é um local central e muito visitado .





Innsbruck é conhecida pelas suas excelentes pistas de esqui, oito no total e algumas bem próximas da cidade. Dizem os tirolezes que o esqui nos alpes começou aqui. Mesmo não sendo expert em esqui, resolvemos conhecer a estação de Hafeleka que possui 2334 metros de altitude e pode ter acesso através do teleférico. Para se chegar lá, passamos por três etapas: um trenzinho leva até a estação Ausstieg Alpenzou.O teleférico leva até a segunda etapa (Seegrube). Nesta parada tomamos um chocolate quente delicioso acompanhado de brownie e ficamos admirando a estação, por sinal muito moderna, bonita e com uma vista maravilhosa para a cidade. Passamos um tempo ali, só conversando e decidimos pela terceira etapa: chegar ao Hafelekar. Pegamos o teleférico novamente.






A estação era uma festa! Dia ensolarado, aulas de esqui, aluguel de equipamentos, uma área de lazer interna e outra externa (bem melhor). Não sendo expert em esqui e  muito menos em Snowboard, resolvemos tirar nossas valiosas fotos e observar os valentes esquiadores descendo as montanhas brancas que mais pareciam tapetes. Muito bonito. Como não poderia deixar de ser, brincamos com as bolas de gelo.





Acostumado com as belas prais de minha cidade,nunca pensei que pudesse tomar sol em uma estação de esqui na Austria. Com direito a uma excelente cerveja .



O precipício nevado com a cidade abaixo é muito lindo. Nem cheguei perto, preferi usar o zoom mesmo. O detalhe do rio Inn dividindo a cidade é muito bonito.


Retornamos da estação de esqui e fomos andando ao centro da cidade. O posto de informações fica localizado na Burggraben 3. Muitas praças, teatros, museus e muita lojinha de souvenirs. Os relógios cucos, os animais de pelúcia e os famosos chapeus do Tirol são tradicionais. Comprei o meu em cor verde com uma pena lateral. Não se pode ir ao Tirol e não levar um.




Chapeu da Região do Tirol - Típico






A principal atração da cidade é o telhado dourado ou Goldenes Dachl .Localizado na movimentada rua Herzah Friedrich Strsse ,15. Construido por Maximiliano l, arquiduque da Austria e Imperador da Alemanha que escolheu Innsbruck como capital imperial no século 15. No local tem um pequeno museu em homenagem ao fundador. No total, são 2600 telhas de ouro.


A culinária Austríaca possui muita influência de  Thecos,Italianos, Alemães e Húngaros. São comidas com muita proteina animal, pesadas, mas nada que uma boa cerveja austríaca não possa acompanhar. Algumas comidas são típicas aqui: Knodel (bola de massa de pão ou batatas cozidas), Goulash (ensopado de carne), Frittatensuppe (sopa típica de panquecas com caldo de carne). Sentamos bem ao lado do Goldenes Dachl e, enquanto comíamos, ficávamos a observar a grande quantidade de turistas que circulavam pelas estreitas ruas e a beleza das casas locais com suas cores coloridas e enfeitadas. Não esquecemos de provar os deliciosos doces austriacos.


Saímos bem cedo de Innsbruck a caminho de Moscou , levando boas lembraças deste pequeno ponto nos Alpes Austriacos.

Ficheiro:Wappen at innsbruck.png
Brasão de Innsbruck


Comente com o Facebook: