MOUSTIER DE SAINT MARIE

UMA VILA MEDIEVAL NO SUL DA FRANÇA


Localizada na região dos Alpes, na alta Provence, França, este pequeno paraíso entrou em nosso roteiro quase que por acaso. Quando fizemos nosso roteiro pelo sul da França, ficamos curiosos para conhecer o Canyon do Verdon e, essa vila medieval seria o lugar ideal para uma boa parada de pelo menos um dia. Partindo  de Aix de Provence pela manha e passando pela linda região do Luberon, seguimos pela D952 até chegarmos a essa vila no começo da tarde, no total de 100 km aproximadamente. Ainda na estrada, a paisagem da pequena vila encravada na base  das altas montanhas é impressionante.




 Reservamos o Hotel Les Restanques de Moustiers , com diárias a partir de 75 euros. Um bom hotel bem próximo da vila, cerca de dez minutos, staff atencioso, quartos amplos  com uma vista muito bonita para os campos e montanhas e distante 5 Km do Gorges du Verdon.


Com suas ruas estreitas, casinhas pequenas e com muitas flores nas janelas, essa pequena vila é um convite para um passeio e é também uma volta ao passado. A vila é conhecida pela produção de uma cerâmica branca chamada faiaça, mas também são vendidos artesanato, lavandas e azeite nas pequenas lojinhas,  para deleite dos muitos turistas que passeavam pelas calmas ruas da vila.






Por informações em nosso hotel, fomos conhecer o restaurante La Treille Muscate , bem perto da praça da igreja e recomendado pelo guia Michelin. Boa comida , bom vinho, cozinha francesa e provençal. Era tudo que queríamos mesmo. Os pratos típicos da Provence são o Aioli Provencal (maionese de alho com bacalhau fresco) e Ratatouille ( refogado de cebolas, tomates, beringela e pimentão que acompanham carnes e peixes).



 Fui conhecer a capela de Notre-Dame de Beauvoir localizada no alto da cidade, entre as altas montanhas. É uma longa subida por uma escadaria íngreme,  mas a vista lá de cima compensa o esforço.  Umas das grandes atrações da vila é a corrente de ferro de 227 metros de extensão, que liga uma montanha a outra. Dizem que foi colocada alí nos tempos das Cruzadas.





Outra grande atração é o hotel-restaurante do cheff Alain Ducasse, o La Bastide, que comentaremos em outro blog. Reservamos previamente nosso jantar neste rústico e aconchegante restaurante e adoramos.


Saímos em direção ao Verdon, certos de termos conhecido um pequeno paraíso. 




Brasão de armas de Moustiers-Sainte-Marie




































Comente com o Facebook: