DIRIGINDO EM ORLANDO (FL)


Dirigir em Orlando, Flórida, é muito prazeroso. Largas avenidas, estradas muito bem sinalizadas, trânsito movimentado nos horários de rush, mas que fluem sem problemas. Se você não está em um pacote turístico, o ideal é alugar um carro. Pode até se deslocar sem ele mas, ao optar por um, a praticidade e o conforto certamente farão o diferencial. Alugamos nosso carro pela internet (www.alamo.com) e retiramos no aeroporto logo em nossa chegada. Os preços variam muito, normalmente são bons. A escolha do modelo, o número de dias, os opcionais e o seguro estão facilmente explicados nos sites específicos. Importante apresentar a CNH atualizada, cartão de crédito e reserva do carro. Embora não seja solicitada de rotina nos EUA, se tiver PID (permissão internacional para dirigir) leve, pois se algum dado estiver ilegível na CNH, a pesquisa será feita nesta carteira.



As normas internacionais são rigorosamente seguidas: todos os ocupantes devem usar cinto de segurança. Crianças com até seis anos devem usar assento apropriado, a disposição quando da reserva. No Walmart  custa US$ 12,00 cada assento. Sai, portanto, mais barato comprar esse item que alugar. Atenção! Uso de álcool, nem pensar. Multa na certa  por delito grave. As multas são aplicadas na hora e, dependendo, voz de prisão pode ser decretada.
Os limites  de velocidades na Flórida são os seguintes: 50-70 mph nas rodovias (90-105 km/h), 20-30mph em áreas residencias (32-48 km/h) e 15 mph perto de escolas (24 km/h). Estas velocidades são facilmente visualizadas ao lado da pista.
Alugamos o GPS no momento da reserva, mas outra opção interessante é baixar o aplicativo semelhante no celular. O Navigon USA ao custo de US$ 40,00 é uma excelente decisão .
A rodovia mais importante é a Interstate 4 (I-4). Liga as áreas de shopping e parques com o centro da cidade. Deve ser evitada em horários de grande movimento. Não tivemos problemas com tráfego. As orientações seguem os pontos cardinais ou seja North(norte), South(sul), East(leste) e West(oeste).
As cabines de pedágio(Toll) são separadas e denominadas Exact Change (moedas no valor exato), Change and Receipts (com troco) e o Sun Pass (adesivo), no qual se paga um valor que varia entre US$ 2,50 por dia ou US$10,00 por semana para usar o adesivo. O valor do  pedágio é descontado em seu cartão de crédito (o mesmo da reserva). Não usamos o Sun Pass e não passamos em nenhum pedágio, mas fica o lembrete.
Ao estacionar, cuidado com o espaço preferencial. Se houver "engano" a multa é rigorosa. Lembre de estacionar o carro voltado para frente, pois na Flórida as placas só existem na parte traseira dos carros.
Os postos de combustíveis normalmente são self-service, ou seja, dá para fazer de tudo por ali. Lá usa-se o galão, que equivale a 3.6 litros de gasolina. Se o pagamento for realizado no cartão de crédito, após introduzir o cartão no lugar especifico, digite a senha, escolha o tipo de combustível que deseja e abasteça. O recibo, se desejar, imprima depois. Se a opção for pagar em dinheiro, vá até o funcionário no escritório com o número da máquina e depois é só abastecer. (Leia post- www.blogmundoa.com/2013/04/aluguel-de- carro-no-exterior-algumas.html ).

No posto de combustivel.



Com toda certeza um carro sera muito útil em Orlando.Boa viagem



Comente com o Facebook: