VISITANDO PEARL HARBOR, OAHU, HAVAÍ.





Um dos ataques mais ousados da história, foi o ataque da Marinha Imperial Japonesa contra a Base Militar de Pearl Harbor, na ilha de Oahu, Havaí. Após assinatura do Pacto do Eixo, o Japão tinha como aliados a Alemanha nazista e a Itália fascista. O processo de expansão japonês e as restrições americanas ao Japão, foram uma das causas que motivaram a invasão. Em 26 de novembro de 1941, uma frota de 6 porta-aviões deixa a Baia de Hitokappu, nas ilhas Burilas, em direção a Pearl Harbor. No total eram 441 aviões, 20 submarinos e 5 mini-submarinos, para garantir que nenhuma embarcação saísse da base americana. O silêncio era a ordem. Contatos de rádio estavam proibidos. Pearl Harbor era uma baia rasa, pouco profunda , conhecida como Wai Momi, ou "águas perolizadas" na língua dos locais. Aqui se criavam ostras antes de tornar-se base naval. Os três maiores porta-aviões americanos não estavam na Baia. Na manhã de 7 de dezembro de 1941, pouco antes das sete da manhã, o ataque ocorreu. O USS Ward identificou e disparou em um mini-submarino japonês, cuja função era de usar torpedos e afundar navios americanos. Nenhum dos mini-submarinos voltou para a base e apenas um, dos 10 marinheiros japoneses, sobreviveram, tornando-se o primeiro preso americano na Segunda Guerra Mundial. Foram 21 navios danificados ou afundados, 347 aviões, morreram 2.403 pessoas e, feridos, 1178 pessoas. As bases de submarinos e de combustível não foram danificados, o que aumentaria mais ainda o tempo de recuperação americana. Os Japoneses estavam satisfeitos e os Estados Unidos entravam definitivamente na Segunda Guerra Mundial (1939-1945).
Hoje a Base americana é uma das grandes atrações turísticas da Ilha de Oahu.






Nossa visita foi aguardada com muita ansiedade, embora tivéssemos pouco tempo para o  local. Os passeios podem ser reservados previamente no site do museu. Clique aqui para saber valores e horários de funcionamento.
O local é muito agradável. Muitas palmeiras, amplo estacionamento e muitos turistas ávidos por história.
As atrações mais importantes são a visita ao Memorial USS Arizona (memorial-museu) visita ao Battleship Missouri Memorial (navio onde foi assinado a rendição japonesa ), visita ao USS Bowfin Submarine e o Museu da Aviação, onde estão expostos vários aviões da época .



Foto Blog Mundo A

Diversos artefatos de guerra como torpedos e pequenos aviões, estão expostos nos jardins bem cuidados do  museu. Ótimos para umas fotos. Um pequeno auditório mostra a história da guerra. Um bom começo para o passeio.
Compramos ingressos no local, para visitar o submarino Bowfin e o museu ( $15,00). A visita com fone (em inglês e espanhol) é bem legal. O espaço é minúsculo para descer e transitar. Difícil a vida de marinheiro, imagine em guerra. O submarino está em ótimo estado conservação.




Na saída, uma passada no museu é bem legal. Condecorações, armas, mapas e uma infinidade de objetos referentes ao fatídico dia da invasão, estão expostos para visitação.
Gostamos bastante da visita. Para quem gosta de história e armamentos é um ótimo passeio. Sugiro um período inteiro aqui.

COMO CHEGAR

Pearl Harbor está a leste de Honolulu, na 1 Arizona Memorial Place. Está a  cerca de 20 minutos de carro do centro (pela H1). Essa última foi nossa opcção.
Se preferir ir de ônibus clica aqui.

Fonte Histórica - Wikipedia.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário