PIRANHAS/AL E ARREDORES. UM ROTEIRO DE 3 DIAS.


Tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional, a pequena cidade de Piranhas é a maior atração do sertão de Alagoas. Partindo de Maceió, são 285 km de boa estrada, seguindo no sentido de Arapiraca. Piranhas possui ótimas atrações, que justificam pelo menos três dias de hospedagem. A cidade das casinhas coloridas inspiram muitas histórias, principalmente as que remetem Lampião, o rei do cangaço .
Os passeios em Piranhas podem ser divididos em três partes:
- A  cidade em si
- A Rota do Cangaço
- O Cânion do Xingó e seus arredores.

Chamada de "Lapinha do Sertão",  na visita de D. Pedro II, em 1859, Piranhas  é bem fácil de se conhecer. Em seu centro histórico, as margens do velho Chico, concentram-se suas maiores atrações. O Museu do Sertão, localizado na antiga estação ferroviária da cidade, guarda objetos que remontam a época do cangaço. São armas, indumentárias, documentos e lembranças da época. É bem pequeno, mas vale uma visita (R$2,00). A Torre do Relógio se destaca no centro da cidade. Construída em 1879, tem como destaque um pequeno barzinho em sua parte superior . Infelizmente das duas vezes que tentamos, estava cheio. A dica é se antecipar, pois é bem pequeno. A Praça Altemar Dutra é um local muito freqüentado, tanto para apenas passar o tempo, quanto para contemplar os barquinhos que descem para o Velho Chico. Aproveite para conhecer um trenzinho dos tempos em que passava na cidade.A cidade possui dois mirante: O Mirante da Igreja de Nossa Senhora do Bomfim. São 250 degraus  até a linda igrejinha. A vista da cidade, o São Francisco... Reserve  um tempinho para contemplar um pouco aqui.

Praça Altemar Dutra

Bruno no trenzinho

Palácio D Pedro II

Entrada da cidade de Piranhas

O Mirante secular


O Velho Chico


O Mirante Secular  fica exatamente no lado oposto. A subida é por uma escadaria de 364 degraus. Essa não subimos (kkkk). Opção também para a galerinha fitness. Para todo o restante,  o acesso pode ser de carro também. Saímos da cidade, em direção a Pousada Pedra do Sino. É fácil chegar e a vista é espetacular. As igrejas de Nossa Senhora da Saúde (Século XIX) e Santo Antônio de Lisboa (1790), também merecem uma visita. O Palácio de D. Pedro II foi reformado e, atualmente é a Prefeitura local. Aqui ficaram expostas as cabeças dos cangaceiros do bando de Lampião, após o "Massacre de Angicos".  O Centro do Artesanato é um grande espaço onde são expostos produtos do artesanato local. Bom local para compras.

Antiga estação e, atualmente, o Museu do Sertão 

Artesanato local

A noite em Piranhas é bem animada . Os restaurantes e barzinhos colocam suas mesas a disposição dos locais e turistas. O forró não tem hora para acabar. Destaque para a Pizzaria e Restaurante Altemar Dutra. Bom atendimento e comida deliciosa.






A Rota do Cangaço é uma das grandes atrações da cidade.  Existem duas opções para descer o São Francisco, sim, porque a Grota de Angicos fica do outro lado do rio, ao sul, em Poço Redondo, Sergipe. Fizemos através do Restaurante Angicos e gostamos bastante. Uma guia usando trajes do cangaço foi nossa acompanhante. O trajeto é curto, mas é preciso ter cuidado com o sol, usando protetor e proteção. Após o passeio, um banho no Rio São Francisco é  parada obrigatória.


Restaurante Angicos

Grota de Angico

A outra opção é pelo restaurante Eco Park, mas a rota é mais longa , porém a área de lazer é maior e melhor para crianças. Para o trajeto, optamos por contratar um guia particular com barco, que teve a vantagem de ficar a disposição e ainda poder passear nos dois mais importantes restaurantes.
Veja nosso passeio pela Rota do Cangaço clicando aqui. Reserve um dia inteiro para tanto.



O Cânion do Xingó é a atração mais procurada e a mais concorrida, obviamente . Localizada no estado vizinho, Sergipe, Canindé do São Francisco, localiza-se a poucos quilômetros de Piranhas. A estrada é boa e  a primeira parada antes do passeio no cânion é o Museu de Arqueologia do Xingó. O museu é bem organizado, com muito material encontrado nas escavações da Hidrelétrica de Xingó. Foi inaugurado em 2000 e é mantido pela Universidade Federal de Sergipe. Um ótimo programa para crianças e adultos. Fica bem ao lado da imponente hidrelétrica .



O passeio pelo cânion parte do restaurante Karrancas, em Canindé do São Francisco. A estrutura é bem organizada, com vendas de bilhetes no local (R$80,00). O catamarã possui um bom sistema de segurança, banheiros e são servidos lanches e bebidas a bordo (pagos a parte). A navegação leva um total de duas horas entre ida e vinda. A outra hora fica por conta da chegada na Gruta do Talhado, o ponto de parada e a principal atração do passeio. Aqui os barcos ficam emparelhados e os visitantes podem mergulhar nas águas verdes do velho Chico em um espaço delimitado. Por um valor a mais (R$10,00), pode-se conhecer as pequenas grutas no meio dos enormes paredões, quando da formação da Hidrelétrica. Imperdível.



Imagem de São Francisco de Assis

Gruta de São Francisco de Assis


Passeio ao "paraíso do talhado"


Área reservada para o banho


As formações rochosas, muitas vezes imitando silhuetas de pessoas e animais, são atrações imperdíveis de se admirar.
Um passeio  de helicóptero pela Hidrelétrica é uma boa opção também. Os ingressos estão disponíveis no próprio restaurante.  Custo de R$180,00 por pessoa. Nossos filhos foram e adoraram.





Na volta para Piranhas, um passeio pela Hidrelétrica de Xingó é obrigatório.  Com um guia, entramos com nosso carro (R$40). É tudo grandioso e muito bonito. Uma grande obra da engenharia.

Hidrelétrica de Xingó






QUANDO IR

Localizada no sertão de Alagoas, qualquer época é boa para se visitar a cidade, lembrando que a temperatura média é de 26 graus, sendo o mês de janeiro  o mais quente e julho, o mais frio.

ONDE FICAR

A cidade possui muitas opções de hospedagem , mas reservem com antecedência . Indicamos o Hotel Pedra do Sino e Pousada Porto de Piranhas. Reservamos pelo Booking.

Piranhas é uma bela cidade e com muitas atrações . Gostamos bastante.

Comente com o Facebook: