DE ROMA A MILÃO DE CARRO.NOSSO ROTEIRO



google maps

Em março de 2013 fizemos mais uma viagem pela linda Itália, desta vez de carro e com toda família. Programamos para iniciar em Roma e terminar em Milão, no total de seis dias. Tudo planejado com uma antecedência de seis meses, até porque viajar com oito pessoas é mais complicado. Escolhemos como companhia aérea a TAM , via São Paulo.
Alugamos o carro pela internet,  para oito pessoas, pela Avis ao preço total de R$1.550,00, já portando GPS, seguro e quilometragem ilimitada. Um carro da Fiat, combustível diesel, com bom espaço interno e bom espaço para as malas.

PRIMEIRO DIA - Roma-Civita di Bagnoregio-Montalcinno-Siena( 283 km).
Ficamos hospedados em Roma no hotel Diplomatic  . Hotel simples, porém confortável e muito bem localizado, próximo ao Tribunal de Justiça, Castelo de St Angelo , Vaticano e a poucos minutos do centro histórico, o que o transforma em uma ótima pedida. Retiramos o carro na estação central, distante cinco quilômetros de nosso hotel. Saímos bem cedo, mas o trânsito  caótico de Roma no horário estabelecido não colaborou, ainda que não tenha comprometido  o roteiro determinado. Seguimos inicialmente pela auto estrada A1. Bem sinalizada, com tráfego rápido. Ao saírmos para o caminho de Civita,  pagamos 6,80 euros de pedágio. Seguindo uma estrada tortuosa, sempre subindo e com lindas paisagens, chegamos na  cidade medieval de  Civita di Bagnoregio e fomos conhecer seu centro histórico. Aqui, como em todo local, paga-se para deixar o carro no estacionamento, seja ele coberto ou não. Os preços variam de acordo com o tempo que passamos no local. Seguimos para Montalcino e devido a uma interrupção na estrada, desviamos por trinta quilômetros. Para nossa felicidade encontramos uma estrada com neve e paisagens lindíssimas, uma grande e agradável surpresa. Chegamos em Montalcino para um rápido lanche e conhecer seus famosos vinhos. Deixamos o carro no início da cidade, bem próximo a seu lindo castelo. Seguindo viagem pelos lindos campos da Toscana, chegamos em Siena a noite. Ficamos hospedados no Hotel Athena que possui estacionamento no próprio hotel e está dentro dos muros da cidade, por sinal, o único em toda viagem.





SEGUNDO DIA - Siena-San Gimignano -Volterra-Pisa-Florença (230 km).

Saímos de Siena pela manhã e seguimos para San Gimignano. Estrada tortuosa, cheia de lindas paisagens. Estacionamos fora dos muros da cidade, apenas o suficiente para o passeio.
Seguimos para a linda Volterra, onde estacionamos o carro logo que chegamos à cidade. Bem organizado, com acesso ao início da cidade. Carro na cidade, só os autorizados. Pagamos 4,5 euros. Em Pisa recebemos um ticket no pedágio e pagamos 5.40 euros ao chegarmos em Florença.  Chegamos à noite e por pouco não perdemos o check-in do hotel que iria ate às 19 horas. Em Florença, ficamos no  Hotel B&B Le Stanze del Duomo bem próximo ao Duomo, porém o estacionamento também era pago e próximo ao hotel (20 euros).

TERCEIRO DIA - Florença-Modena-Veneza ( 343 km).

A estrada de Florença à Modena, como era de se esperar, é cheia de caminhões, mas sem maiores complicações. Os postos de atendimentos são vários e a assistência muito boa. Fomos a Maranello para visitar a fábrica da Ferrari. Após almoço, seguimos para Veneza Mestre.
Ficamos no Hotel Plaza . Estacionamos bem próximo ao Hotel em estacionamento público.

QUARTO DIA- Veneza.

Para conhecer Veneza, estacionamos o carro bem próximo a praça Roma. Um estacionamento de onze pisos com uma vista muito bonita para o porto. Pagamos o valor de 29 euros . Gastamos 40 euros no estacionamento do hotel em Veneza Mestre. Na estrada, pagamos 10 euros de pedágio.

QUINTO DIA - Veneza-Milão ( 274 km).

Seguimos em uma linda estrada com picos nevados, túneis bem conservados, sinalização perfeita. Pagamos pedágio (9 euros). Chegamos em Milão e ficamos no centro da cidade, no NH President. Próximo ao hotel existem três estacionamentos pagos. Pagamos 35 euros por uma diária.

SEXTO DIA- Ficamos em Milão com o carro, devolvendo no Aeroporto de Malphensa pouco antes do embarque, à  noite. Após rápida vistoria, deixamos o carro e seguimos para o embarque.
Os postos de combustível são tipo self-service, onde abastecemos e pagamos na loja de conveniência anexa  ou o abastecimento também pode ser realizado após escolhermos e pagarmos o valor desejado. A bomba ficará programada para este valor. O preço do diesel (ou gasolio) estava 1.63 euros por litro, com uma pequena variação, a depender da cidade. Bem próximo ao aeroporto de Malpensa, existem pelo menos dois postos para abastecimento, para o caso de devolvermos o carro com tanque cheio.

Síntese:

-Quilometragem percorrida: 1130 km.
-Combustível: 210 euros de Diesel
-Pedágio: 35.70 euros.
-Estacionamentos: 128,5 euros.
-Aluguel carro: 1550 reais.
-Intercorrências: nenhuma 


A Itália de carro é imperdível. Gasta-se muito com pedágio e estacionamento nas cidades, mas avaliando custo-beneficio vale à  pena. Confiram!




Comente com o Facebook: